Cristalização automotiva

Cristalização automotiva

Para quem curte passar horas do final de semana cuidando do automóvel em busca do brilho perfeito, muitas dúvidas podem aparecer na hora de escolher o produto ou serviço adequado. Os mais apaixonados, então, que levam seus veículos para cristalizar, polir, ou mesmo, aplicar resinas em oficinas especializadas, podem, muitas vezes, se enganar (ou ser enganados) com serviços que não correspondem às suas respectivas expectativas.

André Avny, engenheiro mecânico com experiência de 39 anos no segmento automotivo e master franqueado da Station Car, franquia da área automotiva, declara que “existe muita falta de informação sobre a cristalização. Enquanto muitos acreditam que esse serviço irá recuperar a pintura do automóvel, algumas empresas do segmento sobrevivem e ganham mercado com informações incorretas”.

Cristalizar significa mudar a estrutura molecular de um produto de amorfa (sem direção e regras definidas) para cristalina (com direção e regras definidas). “Consequentemente, as promessas sobre a eficácia desse serviço acaba enganado muitos apaixonados por automóvel que não possuem tantas informações sobre os produtos e seu real resultado ao veículo”, complementa Avny.

Com experiência de quase quatro décadas no setor automotivo, Avny, que já trabalhou com produtos anti-ferrugem na década de 70 e, hoje, consegue observar a evolução do segmento e seus respectivos serviços, afirma que “para conseguir uma camada ‘cerosa’ e duradoura, que proteja e preserve a pintura, é preciso, em primeiro momento, utilizar um polimento com polidores a base de água e que contenham um mínimo de cera, sem nenhum silicone. Com isso, se limpa totalmente a superfície da tinta, extraindo todos os contaminantes sólidos incrustados”.

Para agravar os riscos ao automóvel, não é recomendado utilizar produtos abrasivos mais que duas ou três vezes durante a vida útil do veículo. “Tudo porque a cada polimento desse tipo, a espessura do verniz diminui consideravelmente”, explica Avny.

Por fim, para quem deseja buscar proteção e brilho ao automóvel é vital escolher cuidadosamente o produto que será utilizado e também o profissional que irá aplicar o material, evitando, assim, danos e prejuízos a curto, médio e longo prazo ao veículo.

2017-08-31T10:21:44+00:00
WhatsApp WhatsApp